Tuesday, June 14, 2016

Lua Cheia (L.F.Riesemberg)


O bebê chorava, e a jovem mãe o balançava em seus braços. "Veja a lua", disse ela , apontando o grande círculo branco no céu. "O meu amor por você é daquele tamanho, e nunca vai se acabar", entoou suavemente, e aos poucos o filho foi se acalmando, até fechar os olhos e adormecer totalmente.

O bebê ainda chorou muitas vezes até crescer, e ela sempre mostrava a lua, comparando-a com o imenso amor que tinha por aquele ser.  

Um dia ele parou de usar fraldas, e já era um menino que brincava de carrinhos e super heróis. Não queria mais cantigas de ninar. Mas a mãe, cheia de amor, aguardava até que ele dormisse e sussurrava sobre seus lençóis:

"O meu amor por você é daquele tamanho, e nunca vai se acabar".

A lua mudava a cada semana, e o menino ainda mais. Porém, o amor dela não variava jamais. E na adolescência, que trouxe tantos problemas, a mãe nunca esqueceu o seu velho lema. Lua nova, minguante, crescente ou cheia. A mãe sempre a mirava, e dizia, plena: "O meu amor por você é daquele tamanho, e nunca vai se acabar".

Um dia, o filho foi embora. Tinha que seguir seu caminho. E a mãe, sozinha no ninho, bendizia o seu fruto, confessando baixinho: "O meu amor por você é daquele tamanho, e nunca vai se acabar".

Tarde da noite, o fone tocou. Ele atendeu, era a mãe. "Filhinho, querido, venha me ver". A voz era fraca, e o homem chorou.

No leito encolhida, é ela quem precisa ser acolhida. Mas diante do engasgo do filho, ao vê-la tão abatida, ela mesma tem a iniciativa: "O meu amor por você é daquele tamanho, e nunca vai se acabar". E ficaram abraçados, até o fim, sob a luz do luar.

De volta pra casa, sem mãe a zelar, ele pega do berço o próprio filho, que estava a chorar: "Não chore", diz ele, embalando o bebê. "O meu amor por você é daquele tamanho, e nunca vai se acabar". 

9 comments:

  1. Magnífico! Que conto extremamente lindo, de uma sensibilidade ímpar! Parabés, L.F. Riesemberg, por mais esta maravilha ficcional (oxalá estória como esta possa ser, um dia, real!).

    ReplyDelete
  2. l.f riesemberg voce que escreveu isso?

    ReplyDelete
  3. Lindo esse texto Parabéns aos criadores

    ReplyDelete
  4. Que lindo, nossa amei. Vou usar esse magnífica história para meu trabalho de escola 🤗😉🌈💎💜

    ReplyDelete
  5. Extremamente interessante e lindo esse conto!

    ReplyDelete